quarta-feira, 25 de maio de 2011

Projeto: Tudo bem ser diferente

Ano passado trabalhei com uma turminha muito boa. As crianças eram muito espertas e observadoras.
Durante o ano uma das minha alunas colocou trancinhas no cabelo e isto gerou uma certa polêmica na sala. Alguns alunos começaram a excluí-la das brincadeiras e outros ficavam debochando dela.
Isso me incomodou bastante, então montei um pequeno projeto com base num livro que tinha sido indicado no meu curso de pós graduação. Foi muito legal para as crianças e principalmente para esta aluna.
Resolvi colocar o projeto no blog porque a gente tende a achar que crianças não são preconceituosas, que não tendem a fazer maldades com os colegas, mas muitas vezes estes valores são colocados para eles desde muito pequenos e passam a achar que o diferente não é legal e não deve ser respeitado.



Projeto: Tudo bem ser diferente
(imagem foi tirada da internet)
Público-alvo: Alunos da Educação Infantil
Período: duas semanas
Justificativa:
Algumas crianças tem dificuldades de aceitar as diferenças. Tratam os colegas de forma preconceituosa, destacando suas dificuldades.
Piaget acredita que a criança de 2 a 4 anos, se encontra na fase simbólica e neste período os jogos e atividades diversificadas passam a ter uma seriedade absoluta na vida delas e segundo Wallon, é através da afetividade que a criança demonstra seus sentimentos, desejos e necessidades.
Partindo deste pressuposto, nesse projeto, as crianças serão incentivadas a respeitar e conviver com as diferenças e deficiências, a reconhecer por meio de atividades lúdicas, as dificuldades enfrentadas pelas pessoas; a desenvolver a solidariedade, a afetividade e a compreender a importância do saber auxiliar o próximo.
Tratar as pessoas com dignidade é a melhor maneira de desenvolver o respeito, diminuindo as ações preconceituosas.

 Objetivo geral:
·         Conscientizar os alunos que todos somos diferente e que devemos ser respeitados pelo que somos, independente das nossas necessidades.

Objetivos específicos:
·         Familiarizar com o processo de inclusão;
·         Identificar vários tipos de diferenças;
·         Reconhecer as dificuldades enfrentadas por deficientes físicos e visuais;
·         Desenvolver a solidariedade;
·         Compreender a importância do saber cuidar do outro;
·         Estimular a afetividade e o cuidar do outro;

Dicas de Desenvolvimento:
·         História: Tudo bem ser diferente;
·         Conversas na rodinha sobre as diferenças;
·         Confecção de cartazes com imagens de pessoas diferentes;

Resumo do projeto:
Este projeto foi realizado com base no Livro "Tudo Bem ser Diferente" de Tood Parr. Depois que os alunos ouviram a história, montamos pequenos grupos onde eles puderam olhar o livro e recontar a história para os coleguinhas. Também foi mostrada imagens de diversas pessoas, onde os alunos destacaram as diferenças mais visíveis (cadeira de rodas, alto, baixo, cego...). Montamos um cartaz utilizando estas figuras.
Na hora da rodinha os alunos, com a ajuda da professora, destacaram as suas próprias diferenças e semelhanças em relação aos colegas. O que foi falado era anotado num caderno.  Batemos fotos de acordo com o que foi conversado com a turma. Com as fotos montamos um cartaz onde as diferenças dos alunos foram destacadas.
Colocamos os cartazes em lugares visíveis da Creche para que todos pudessem ver que somos diferentes, mas importantes por sermos quem somos.
Os alunos mostraram aos familiares as fotos, destacando as suas diferenças, mas sempre enfatizando que “Tudo bem ser diferente”.
Este trabalho foi importante para os alunos porque mostrou que não só as pessoas que tem necessidades especiais são diferentes, mas que todos nós, seja na aparência física, na constituição familiar ou no comportamento e que devemos ser respeitado pelo que somos. Os alunos puderam perceber que não tem problema nenhum em ser diferente.
 

Quem não sabe aceitar as pequenas falhas dos outros não aproveitará suas grandes virtudes.”

Imagens do projeto:

Livro: Tudo bem ser diferente

Hora da História

Explorando o livro





Explorando os cartazes que montamos



Os cartazes prontos



Espero que este projeto ajude muitas pessoas que estão passando pela mesma situação que eu passei.
Um super beijo!!!

6 comentários:

  1. Muito lindo, parabéns...

    ResponderExcluir
  2. Achei muito legal o projeto e pretendo incluí-lo como uma das atividades do meu trabalho do estágio supervisionado sobre as diferenças que farei em uma escola municipal da minha cidade.

    Obrigada por compartilhar.

    Deus abençoe e continue iluminando as consciências.

    ResponderExcluir
  3. Amei o trabalho!

    Servirá como base para o meu trabalho de estágio supervisionado sobre diferenças que farei em uma escola municipal daqui da minha cidade.

    Obrigada por compartilhar e que continue iluminando a sua consciência.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada por compartilhar!!! Abração. Regina.

    ResponderExcluir
  5. Parabens eu amei, sua iniciativa, o projeto, tudo!
    Estou pesquisando bastante sobre esse tema, pois tenho receio de não saber lidar com alguma eventual resistência

    ResponderExcluir
  6. Parabéns. muito bom mesmo, desenvolverei com minha turma.

    ResponderExcluir

Gostou???? Comente então!!!!
Se não tiver blog..deixe seu e-mail para que eu possa retornar o carinho!!!